Imagem Superior Páginas
 
HostMídia: construtor de sites
HostMídia HostMídia: construtor de sites HostMídia: hospedagem de sites HostMídia: recursos VoIP HostMídia: registro de domínios HostMídia: revenda de hospedagem HostMídia: servidores dedicados HostMídia
Imagem Lateral
home
Contatos (Français, English, Italiano, Português)blogtwitterfacebook
Menu Lateral
Galeria de Grafites dos Gêmeos Otávio e Gustavo Pandolfo
Seta Menu Entrada Grafites galerias

 

 
Grafites
apresentação
 
     

 

Os políticos também tem invadido os muros brasileiros. Com as restrições legais a propaganda nas ruas, uma das estratégias adotadas pelos candidatos é a pintura de muros. A propaganda nos muros interfere no visual da cidade. Em São Paulo, no Cambuci, na região central, os irmãos artistas plásticos e grafiteiros Otávio e Gustavo Pandolfo, conhecidos como "Os Gêmeos", tiveram painéis históricos apagados pela propaganda eleitoral. Em galerias no Brasil e no exterior, suas telas são avaliadas em cerca de US$20.000,00 (vinte mil dólares), segundo seus representantes em Nova York. Uma de suas obras mais conhecidas, um painel pintado com consentimento do proprietário em 1998 na fachada de uma antiga loja da Rua dos Alpes, foi substituído pela propaganda de um candidato a deputado estadual.

Fora do circuito de muros, pontes e viadutos paulistanos, o trabalho desses artistas, já reconhecido no exterior, alcança outro status e outro público no Brasil. Os irmãos paulistanos, gêmeos idênticos, têm muros grafitados nos EUA (Nova York, Los Angeles, São Francisco), Austrália, Alemanha, Portugal , Itália, Grécia, Espanha, China, Japão, Cuba, Chile e Argentina. Batizaram uma mostra que também incluiu pintura-mural e uma série inédita de pinturas-objeto em 2006. Também contam com uma grande exposição na Deitch Projects Gallery (que representa Keith Haring e Jean-Michel Basquiat, artistas que também alcançaram fama usando o grafite como linguagem).

Otávio e Gustavo começaram a grafitar no final dos anos 80, no bairro do Cambuci (zona sul de São Paulo), onde nasceram. Eles militavam no movimento Hip Hop, quando este alcançava o auge no Brasil. Além de grafitar, a dupla percorria a cidade fazendo apresentações de break (modalidade de dança de rua que, juntamente com o rap e o próprio grafite, são marcas do movimento nascido nos EUA, na década de 70. Apesar de continuarem a participar de eventos ligados ao Hip Hop, seu vínculo com o movimento mudou radicalmente.

Os gêmeos têm uma obsessão pela prática do desenho. As principais características de seu trabalho vêm da maneira como o desenho é feito: o jeito de usar o spray, a linha e o contorno, que terminaram por definir todo um estilo.

A preocupação com detalhes fica evidente também na criação dos trajes de seus personagens, que são mostrados em situações que ora parecem saídos de sonho, ora da dura realidade brasileira, sendo todos revestidos de um lirismo sem paralelo nesse tipo de manifestação artística.

Quem não tiver a oportunidade de ir a São Paulo para explorar a cidade para descobrir a marca deles impressa nos muros, basta folhear o livro inglês Graffiti Brasil (Org.: Tristan Manco, Caleb Neelon, Ignácio Aronovich e Louise Chin - Ed. Thames & Hudson) ou visitar o endereço http://www.flickr.com/groups/osgemeos/ para conhecer um pouco mais da arte desses paulistanos. Neste site, fãs, fotógrafos amadores e profissionais publicam imagens de instalações e muros grafitados pela dupla de artistas.

 



 

sign top
topo da página
© 2005/2017 - claudia houdelier - todos os direitos reservados.